conteúdo da página

Seja Bem Vindo!!!

E-Book Grátis O segredo das 7 áreas da vida

E-BOOK grátis. 

*O Segredo das 7 Áreas da Vida.

Nunca limite sua visão, deixe que ela seja grande, criativa, alegre e prazerosa. Somente grandes sonhos atraem grandes acontecimentos e grandes pessoas. 

AS 7 PRINCIPAIS ÁREAS DA VIDA HUMANA – VIVER EM PLENITUDE.

Eliane Manhaes      sábado, 10 de dezembro de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

AS 7 PRINCIPAIS ÁREAS DA VIDA HUMANA – VIVER EM PLENITUDE

    Plenitude é um bem estar maravilhoso que muitos não conseguem ao menos explicar a sua sensação.

    Muitos acreditam que se é impossível ou altamente difícil de conseguir. Mas como já descrito sobre as sete áreas da vida humana, a plenitude não é nenhum bicho de sete cabeças e pode ser alcançada por todos. O branco, o negro, o velho, o novo, o claro, o escuro... Enfim todos podem obter sucesso naquilo que almejam.

    Por isso não se pode deixar simplesmente a vida passar por você. Existir não é necessariamente viver. Viver é não perder cada momento da vida e aproveitá-la com louvor ao máximo.

    Viver em plenitude não é uma reação e sim uma escolha. Você e somente você será capaz de decidir se busca uma vida plena.

   Por isso a vida é dividida em sete áreas, para quem busca plenitude ter uma maneira mais fácil de organizar, e colocar suas prioridades como foco inicial.

    Torna-se tão desagradável quando vemos que infelizmente alguém morreu e não viveu. Não aproveitou os momentos lhe proporcionados. Ou até mesmo teve uma vida consideravelmente “ruim”, pois não obteve sucesso em quase nada.

    Os maiores erros da falta de plenitude nas sete áreas da vida humana é o foco no local errado. Como por exemplo, muitas vezes busca tanto sucesso no trabalho e na área profissional se esquecendo do foco nas outras seis áreas e momentos da vida.

    Desafie seu próprio eu, supere o padrão imposto sobre você. Crie seu próprio caminho com sua própria idéia. Você tem dado o seu máximo naquilo que busca? Tem buscado se superar cada vez mais? Explora ao fundo os seus maiores talentos?

    Com a comodidade em que se vivem atualmente muitos irão ter respostas negativas com essas perguntas. Pois se contentam com o suficiente para viver, vivem no padrão em que estão inclusos e acaba fazendo o mínimo possível, somente o que já é esperado.

    E o resultado disso é a falta de sucesso não somente nas sete áreas da vida humana quanto em toda a vida.

    Independente de qual problema e qual área você está com problemas o certo é não se ter medo de enfrentar e resolver, é se “jogar de cabeça” em busca da plenitude e do sucesso sem medir esforços.

    Sua armadura nesta jornada se torna as coisas que você já aprendeu e vivenciou. Com ela você conseguirá assim como um soldado se defender dos ataques inimigos, que no caso são os problemas que você irá encontrar.

    Não limite seu potencial, seu talento e a sua capacidade perceptiva de encontrar e resolver os erros da sua vida. Liberte-se dos padrões sociais e entre em um padrão de si mesmo. Onde a única regra é não ter limites.

    Coloque sua mente e seu sucesso como prioridade. Não meça o seu foco. Busque sempre aquilo que deseja com a maior perseverança possível.

    A vida plena não é difícil de ser obtida quando se obtém um foco e não se cria impedimentos. Nenhum problema será possível de resolver quando se está com foco e principalmente mentalmente equilibrado.

    Então almeje uma coisa. Tenha foco ela. Não meça esforços até conseguir.

    Seguindo os passos ensinados aqui e seguindo as dicas descritas em cada uma das sete áreas da vida humana é certo que a sua vida terá uma significativa melhora e em pouco tempo você terá uma paz de espírito e um bem-estar incapaz de ser descrito.

    Use sua experiência, aquilo que você já adquiriu e aprendeu a seu próprio favor e comece já, a responsabilidade de ter uma vida plena não é de mais ninguém a não ser completamente sua.

BOA SORTE!

AS 7 PRINCIPAIS ÁREAS DA VIDA HUMANA – VIVER EM PLENITUDE

Eliane Manhães

www.menteemfoco.com.br

Comentários